Charuto Flor de la Vega Imperiales

Hoje vamos degustar este charuto que chegou em 2018 no mercado brasileiro, o charuto Flor de la Vega, um charuto feito na Nicarágua com miolo e capote da Nicarágua e com capas Habano do Equador.

Esta bitola que vamos degustar é a Imperiales, uma bitola grossa e comprida (165 x 21,6mm), que promete uma degustação de quase duas horas.

O charuto a primeira vista é muito bonito, a capa lisa e brilhante num tom achocolatado é muito apetitosa e o aroma a frio é muito convidativo, com uma aroma que lembra melado de cana muito interessante.

Vamos a degustação.
Tiro solto, fluxo excelente, deixo a fumaça um pouco na boca e não percebo agressividade exagerada. No ar um aroma secundário de especiarias e o sabor muito agradável, com um leve toque salgado ao paladar, muito sutil.


Termino o primeiro terço bem impressionado. Charuto com personalidade, sabor moderado mas bem presente. Retrogosto com boa impressão e aromas secundários de melado e especiarias.

Terceiro terço chega e o sabor continua agradável, com boa evolução e tornando-se um pouco mais forte, mas nada de amargor.

Veredito: um charuto muito bom, com sabor bem presente e bem agradável. A bitola é generosa e permite uma profusão de sabores e aromas. O tabaco mostra boa evolução e garante uma degustação muito prazerosa. Nota 9.2.

Pontos Positivos

  • Cheio de Sabor
  • Preço Excelente para esta Bitola
9.2

Excelente

Esqueceu a senha