Charuto Dannemann Toro – Capa Santo Antonio

Hoje vamos degustar o novo lançamento da Dannemann, o charuto Dannemann Toro Capa Santo Antonio.

A Dannemann lançou este charuto no Festival Origens de 2017 como uma edição limitada e o sucesso foi tanto que eles repaginaram toda a linha Dannemann, que ficou sem o nome Artist Line e com a indicação do tabaco da Capa: Santo Antonio (Capa Clara) e Mata Fina (Capa Escura).


Eu confesso que estava bem curioso… mas vamos a degustação. Este que vou degustar é o Capa Santo Antônio.

Charuto muito bem construído, bem firme e bem recheado. Aroma a frio agradável com um aroma que lembra a ervas frescas.

Vamos acendê-lo.
Fluxo bem solto. Nas primeiras puxadas nota-se a queima muito boa e abundância de fumaça. O sabor é bastante suave. Logo no início, com as papilas ainda frescas, notei um certo cítrico no sabor, bem sutil e bem exótico. O aroma está bem herbal com notas de especiarias e um leve toque de terra úmida.

O charuto queima muito bem, a bitola é grossa e o charuto produz uma fumaça fresca, não tão densa.

O sabor não evolui tanto, e permanece suave. Até esperava um pouco mais de punch numa bitola tão grossa.

O charuto termina suave e bem fresco, a queima foi perfeita e o charuto não apresentou defeitos, mas achei o sabor pouco pronunciado, faltou um pouco mais de tempero e força, mas é um charuto muito bom, será um prato cheio para quem aprecia charutos suaves. Nota 9,1.

 

Pontos Positivos

  • Queima Perfeita
  • Abundância de Fumaça

Pontos Negativos

  • Sabor Pouco Pronunciado
9.1

Excelente

Esqueceu a senha